Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

IBGE: alimentos tiveram alta de 1,52% em janeiro

Os preços dos alimentos desaceleraram o ritmo de alta no âmbito do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de janeiro, mas contribuíram com 0,33 ponto porcentual para o índice, ou mais da metade da inflação do mês (0,54%). O aumento dos produtos alimentícios passou de 2,06% em dezembro do ano passado para 1,52% em janeiro. Houve desaceleração, de dezembro para janeiro, no preço das carnes (8,20% para 0,29%) e do frango (5,01% para 1,43%).O grupo dos feijões deram a maior contribuição individual para a inflação do mês (0,08 ponto porcentual), apesar da variação menor em janeiro (14,02%) do que em dezembro (32%).Já os produtos não alimentícios tiveram variação de 0,29% em janeiro, também abaixo do porcentual de dezembro (0,38%). A redução do ritmo, neste caso, ocorreu especialmente por causa dos combustíveis, cujo resultado passou de 1,58% em dezembro para -0,33% em janeiro. O preço do álcool, que havia subido 9,35% em dezembro, caiu 1,12% em janeiro, enquanto o litro da gasolina registrou queda de 0,38% em janeiro, após alta de 1,03% em dezembro.Houve queda também nos preços da energia elétrica (-0,53%) e nos artigos de vestuário (-0,08%).

JACQUELINE FARID, Agencia Estado

13 de fevereiro de 2008 | 09h20

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.