IBGE: aluguel impulsiona custo de habitação no IPCA-15

A alta no aluguel residencial e nas taxas de condomínio puxou os custos com habitação, no âmbito do Índice de Preços ao Consumidor Amplo - 15 (IPCA-15). O indicador de inflação acelerou de 0,60% em março para 0,77% em abril, informou hoje o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

DANIELA AMORIM, Agencia Estado

20 de abril de 2011 | 14h55

O grupo Habitação acelerou de 0,39% em março para 0,72% em abril, com destaque para os itens aluguel residencial, que passou de 0,40% para 0,76%, e condomínio, que saiu de 0,60% para 0,99%. As contas de água e esgoto também influenciaram a aceleração registrada pelo grupo, passando de 0,41% em março para 1,06% em abril, devido a reajustes em Brasília (7,23%) e Curitiba (16,00%).

Já as tarifas de energia elétrica subiram de 0,22% para 0,59%, com reajustes no Rio de Janeiro (10,57%), em São Paulo (10,60%), em Belo Horizonte (3,60%) e em Porto Alegre (3,92%, na taxa de iluminação pública). Além dos grupos Habitação, Alimentos e Transportes, também pesaram no IPCA-15 de abril os aumentos em Vestuário, que passou de queda de 0,37% para alta de 1,46%, e Saúde e Cuidados Pessoais, que saiu de 0,35% para 0,57% de março para abril.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.