IBGE aponta sinais de "acomodação" nas vendas do varejo

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apurou que o volume de vendas no varejo nacional apresentou um crescimento de apenas 0,31% em julho ante junho. De acordo com Reinaldo Pereira, da coordenação de serviços e comércio do IBGE, trata-se de um sinal de "acomodação" no desempenho do setor. Contudo, ele avalia que é preciso uma série mais longa para confirmar este cenário.Em maio (1,09%) e junho (1,12%), os aumentos ante mês anterior tinham sido mais fortes do que em julho. Para Pereira, a possível "estabilização" do comércio pode estar relacionada a um início de esgotamento do crédito, especialmente do consignado.Por outro lado, o crescimento de 4,5% em julho ante julho de 2004 completa uma série de 20 expansões consecutivas do varejo nessa base de comparação e ocorre apesar da forte base representada pelo dado de julho do ano passado (12,04% ante julho 2003).Pereira avalia que, pelos números da pesquisa, a tendência é que o crescimento do comércio ante igual mês do ano anterior prossiga nos próximos meses, já que o pico da base de comparação foi exatamente julho do ano passado. Além disso, ele vê uma conjuntura favorável com a queda da taxa de juros, inflação baixa e recuperação da renda.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.