IBGE apura alta de 9,8% na receita de serviços em 2014

Depois de se manter na faixa de 8,5% desde o segundo trimestre do ano passado, o crescimento acumulado no ano da receita bruta nominal de serviços mostrou reação no início de 2014, chegando a 9,8% em fevereiro deste ano, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Apesar disso, o técnico Roberto Saldanha, da Coordenação de Serviços e Comércio do instituto, ressaltou que não se pode afirmar que há mudança de tendência para um crescimento mais consistente da atividade.

IDIANA TOMAZELLI, Agencia Estado

16 de abril de 2014 | 10h49

"Houve mudança de patamar nesses dois primeiros meses, mas não sinto segurança ainda para afirmar que vai ocorrer mudança de tendência", disse. Nos meses anteriores, Saldanha havia apontado uma tendência de desempenho menor em relação a 2013, seguindo o movimento de outras atividades, como indústria, comércio e agricultura. No ano passado, a receita nominal do setor de serviços cresceu 8,5%.

Tudo o que sabemos sobre:
serviçosIBGE2014

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.