IBGE: área de lavouras no País cresceu 83,5% em 10 anos

Os resultados preliminares do Censo Agropecuário de 2006, divulgados hoje pelo IBGE, revelam que a área de lavouras no País aumentou 83,5% em relação ao Censo de 1996, enquanto a de pastagens reduziu-se em aproximadamente 3%, "confirmando um modelo de desenvolvimento do setor com expansão das fronteiras agrícolas".O maior aumento relativo na área de lavoura ocorreu na Região Norte (275,6%). Por sua vez, os menores incrementos foram observados no Sudeste (50%) e no Sul (48,8%) que, segundo observam os técnicos do IBGE no documento de divulgação, são regiões "de ocupação mais consolidada". Num patamar intermediário, estão as Regiões Centro-Oeste (aumento de 95,6% na área de lavouras) e Nordeste (expansão de 114,7%).Ainda de acordo com o documento do IBGE, a substituição das áreas de pastagem por lavouras, na década 1996-2006, ocorreu "em razão da progressiva inserção do País no mercado mundial de produção de grãos (especialmente a soja) e da intensificação da pecuária".Outros númerosOs outros grandes números do Censo Agropecuário indicam, na década 1996-2006, aumento de 7,1% no número de estabelecimentos agropecuários do País; redução de 8,5% do pessoal ocupado e aumento dos principais rebanhos: bovinos (11,0%), suínos (14,9%) e aves (73,2%).A pesquisa do Censo Agropecuário 2006 teve início em abril de 2007. Desde então, foram coletadas informações em 5,2 milhões de estabelecimentos agropecuários. A divulgação dos resultados definitivos da pesquisa está prevista para outubro de 2008.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.