IBGE: consumo das famílias sobe 2% no 3º trimestre

Exportações aumentaram 0,5% e Fomração Bruta de Capital Fixo (FBCF) ampliou-se 6,5% no período

Jacqueline farid e Alessandra Saraiva, da Agência Estado,

10 de dezembro de 2009 | 09h57

O consumo das famílias subiu 2% no terceiro trimestre deste ano em relação ao segundo trimestre, segundo informou hoje o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Na comparação com o terceiro trimestre do ano passado, o consumo das famílias subiu 3,9% de julho a setembro deste ano.

Já o consumo do governo cresceu 0,5% no terceiro trimestre, ante o segundo trimestre de 2009. O IBGE informou que, na comparação com o terceiro trimestre do ano passado, o consumo do governo teve alta de 1,6%.

As exportações subiram 0,5% no terceiro trimestre, na comparação com o segundo trimestre. Em relação ao período de julho a setembro do ano passado, as vendas externas registraram queda de 10,1%. Segundo o IBGE, as importações subiram 1,8% no terceiro trimestre, ante o segundo trimestre do ano. Na comparação com o mesmo período do ano passado, as importações tiveram queda de 15,8%.

Investimentos

A Formação Bruta de Capital Fixo (FBCF) subiu 6,5% no terceiro trimestre deste ano, em comparação com o segundo trimestre de 2009. De acordo com o IBGE, na comparação com o terceiro trimestre do ano passado, a FBCF caiu 12,5% no terceiro trimestre deste ano. Já a taxa de investimentos ficou em 17,7% do Produto Interno Bruto (PIB) no terceiro trimestre deste ano. No terceiro trimestre do ano passado, ela era de 20,1% do PIB.

Revisões

A divulgação do PIB do terceiro trimestre foi acompanhada pela revisão de diversos dados anunciados anteriormente. Segundo o IBGE, o PIB do segundo trimestre de 2009 registrou queda de 1,6% ante igual período de 2008 - e não contração de 1,2%, como informado antes. Houve ainda revisão do resultado do primeiro trimestre de 2009 em relação a igual período de 2008: a queda foi de 2,1%, ante o índice de 1,8% informado anteriormente.

O instituto revisou ainda alguns dados trimestrais em relação a trimestres imediatamente anteriores. O PIB do segundo trimestre de 2009, nessa comparação, passou de uma alta de 1,9% para um avanço de 1,1%. O resultado do primeiro trimestre de 2009 ante o quarto trimestre de 2008, por sua vez, foi revisado de queda de 1,0% para recuo de 0,9%. Já o dado do quarto trimestre de 2008 ante o terceiro trimestre do mesmo ano passou de retração de 3,4% para queda de 2,9%. Por fim, o resultado do terceiro trimestre de 2008 ante o segundo trimestre também foi revisado, de avanço de 1,3% para alta de 1,1%.

 

Tudo o que sabemos sobre:
PIBIBGEconsumo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.