IBGE: dados regionais confirmam expansão da indústria

Apesar da queda de 0,2% na produção industrial nacional em novembro relação a outubro, os dados regionais da indústria confirmam a continuidade da trajetória de crescimento do setor, avaliou hoje o economista da coordenação de indústria do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), André Macedo. "Os dados de novembro mostram a manutenção da trajetória de crescimento, confirmada em termos setoriais e também regionais", disse.

JACQUELINE FARID, Agencia Estado

08 Janeiro 2010 | 13h06

Segundo ele, 13 das 14 regiões pesquisadas registraram aumento na produção em novembro do ano passado ante igual mês do ano anterior. Este é o maior número de regiões em expansão nesta base de comparação desde setembro de 2008, antes dos efeitos da crise sobre o setor.

Macedo destacou ainda os resultados da indústria paulista, que responde por cerca de 40% da produção nacional. De acordo o economista, o "descolamento" entre o resultado de São Paulo (alta de 1,6% na produção em novembro ante outubro) e o nacional (queda de 0,2%) ocorreu porque o setor industrial é mais diversificado na região que no restante do País. Isso amenizou o impacto da queda de produção dos bens de consumo duráveis.

Além disso, Macedo observou que os segmentos de bens de capital (máquinas e equipamentos) e bens de consumo intermediários, que apresentaram bons resultados em novembro ante outubro, são fortes em São Paulo. Ele também destacou o primeiro resultado positivo registrado na indústria paulista ante igual mês do ano anterior (2,1% em novembro de 2009 ante novembro de 2008), após 12 meses seguidos de queda.

Mais conteúdo sobre:
produçãoindústriaIBGE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.