IBGE: demanda interna puxa crescimento em 2007

O crescimento da economia em 2007 está baseado sobretudo na demanda interna, com destaque para o aumento do consumo das famílias e dos investimentos, segundo a avaliação da gerente de contas trimestrais do IBGE, Rebeca Palis. "Não temos um crescimento tão robusto desde 2004, mas as causas são diversas, já que em 2004 a economia foi impulsionada pelas exportações de bens e serviços, e agora o crescimento depende muito mais da demanda interna", disse.Segundo Rebeca, os resultados dos subsetores da economia, que mostram uma expansão generalizada no terceiro trimestre em todas as bases de comparação, confirma que o crescimento "está espalhado, puxado pela demanda interna".O aumento de 6% no consumo das famílias no terceiro trimestre deste ano ante igual período do ano passado é o maior apurado pelo IBGE ante igual trimestre de ano anterior desde o segundo trimestre de 2007. Além disso, a pesquisa mostrou também um desempenho recorde dos investimentos, já que a Formação Bruta de Capital Fixo (FBCF) cresceu 14,4% ante o terceiro trimestre do ano passado, a maior alta apurada na série histórica do IBGE desse indicador, iniciada em 1996.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.