IBGE: desemprego de 6,7% é o menor da série histórica

A taxa de desemprego apurada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em agosto, de 6,7%, representou a menor taxa mensal apurada pela instituição desde o início da série histórica, em março de 2002. Desde o início da série, tradicionalmente, as menores taxas eram registradas nos meses de dezembro.

JACQUELINE FARID, Agencia Estado

23 de setembro de 2010 | 09h38

O IBGE informou ainda que a massa de rendimento médio real (descontada a inflação) habitual dos ocupados nas seis principais regiões metropolitanas do País somou R$ 32,9 bilhões em agosto, com alta de 1,8% em relação a julho e aumento de 8,8% ante agosto do ano passado.

Já a massa de rendimento médio real efetiva, que sempre se refere ao mês anterior ao da Pesquisa Mensal de Emprego (PME), somou R$ 32,5 bilhões em julho, com aumento de 1,6% ante junho e alta de 9,2% em relação a julho de 2009.

Tudo o que sabemos sobre:
desempregoempregotaxarendimentoIBGE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.