R$ 1,57 bi

E-Investidor: Tesouro Direto atrai mais jovens e bate recorde de captação

IBGE: desocupados no País somam 1,9 mi em fevereiro

A população desocupada nas seis principais regiões metropolitanas do País somou 1,9 milhão em fevereiro, o que representa um aumento de 2,7% ante janeiro, mas uma queda de 1,5% na comparação com fevereiro do ano passado, informou hoje o IBGE.

JACQUELINE FARID, Agencia Estado

26 de março de 2009 | 09h51

Já o número de ocupados nas mesmas regiões ficou em 20,94 milhões no mês passado, equivalente a uma queda de 1% ante janeiro, mas a um aumento de 1,4% ante fevereiro de 2008.

A indústria foi o setor que registrou a maior queda, de 3,2%, no número de ocupados em fevereiro ante janeiro, informou o IBGE. O setor industrial reduziu em 117 mil o número de trabalhadores nas seis regiões pesquisadas pelo instituto, na passagem de um mês para o outro Na comparação com fevereiro do ano passado, porém, a indústria aumentou em 1% o número de ocupados, com acréscimo de 34 mil.

Já o maior aumento de vagas no mês passado ocorreu no setor de construção civil, com alta de 2,6% ante o mês anterior, o que representa mais 38 mil trabalhadores contratados, e alta de 4,1% ante fevereiro de 2008 (mais 60 mil trabalhadores).

Renda

A massa de rendimento real efetivo da população ocupada nas seis regiões pesquisadas pelo IBGE somou R$ 27,5 bilhões em janeiro deste ano, com queda de 21,6% ante dezembro do ano passado, mas aumento de 6,3% ante janeiro de 2008.

Os dados da massa efetiva sempre se referem ao mês anterior ao de referência da pesquisa de desemprego do IBGE e incluem benefícios como 13º salário e distribuição de Participação nos Lucros e Resultados (PLR).

Os resultados de massa de rendimento real habitual, que excluem esses benefícios e se referem a fevereiro, somaram R$ 27,9 bilhões no mês passado, com queda de 1,1% ante janeiro e aumento de 6,2% ante fevereiro de 2008.

Tudo o que sabemos sobre:
desempregoIBGE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.