IBGE eleva previsão da safra para 142,6 mi de toneladas

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) aumentou em 1,5% a sua estimativa para a safra agrícola brasileira deste ano, passando de 140,5 milhões de toneladas (t) em março para 142,6 milhões de toneladas na pesquisa de abril, divulgada hoje. A área plantada para 2008 é estimada em 46,8 milhões de hectares (cada hectare equivale a 10 mil metros quadrados).Conforme o levantamento do IBGE, o aumento da produção em abril ante março deve-se, principalmente, às expansões de produção do arroz em casca (0,3%), café em grãos (3,3%), feijão em grão de segunda safra (8,1%), trigo em grãos (20,1%), milho em grão de primeira safra (1,9%) e milho em grão de segunda safra (4,9%).CaféA safra de café agora estimada é de 45,7 milhões de saca de 60 quilos (kg). Segundo o IBGE, as adversidades climáticas, verificadas principalmente no 2º semestre do ano passado, não prejudicaram o rendimento para este ano. "Ao contrário, confirmando o ciclo de alta da bianualidade, o café surpreendeu em todas as regiões produtoras", informa o instituto, em nota.TrigoA estimativa para a produção de trigo é de 4,6 milhões de toneladas. Comparativamente, a estimativa de abril supera em 20,1% a de março. Segundo o IBGE, contribuem para isso o aumento de 21,3% na área plantada no Paraná, e o aumento do rendimento médio em 15,8%. Segundo o IBGE, se as condições climáticas permitirem, o plantio de trigo pode ser superior à atual estimativa, pois vários fatores econômicos estimulam o aumento da área, como as limitações das exportações por parte da principal fornecedora de trigo do País, a Argentina, os baixos estoques internacionais do produto, a elevação dos preços e a garantia pelo governo do preço mínimo. MilhoNo caso do milho, a primeira safra deverá ser de 39,6 milhões de t. O acréscimo verificado na pesquisa de abril deve-se a ajustes distribuídos para todas as grandes regiões produtoras. Já a segunda safra de milho será 18,2 milhões de t, representando 31,5% da produção total do cereal para 2008. O IBGE informa que os bons preços que o milho tem alcançado e a continuidade das chuvas fizeram com que os agricultores realizassem plantios até o limite máximo tolerado no calendário agrícola, observando-se lavouras em diferentes estágios de desenvolvimento. Arroz e feijãoA estimativa para a produção de arroz foi atualizada para 12 milhões de t. No caso do feijão de segunda safra, a produção agora esperada é de 1,4 milhão de t.A primeira safra de feijão também teve sua estimativa revista para baixo em 2,1%, para 1,7 milhão de t. O IBGE informa que todas as grandes regiões apresentaram decréscimo nesta estimativa de abril, destacando-se a Região Nordeste, com menos 5,6% ante março. Este decréscimo é conseqüência de condições climáticas adversas que causaram inundação de áreas produtoras de feijão.SojaJá a produção estimada para a soja teve redução de 0,8% em relação à março. A colheita deve alcançar 59,5 milhões de t, distribuídas em 21,2 milhões de hectares (ha) com um rendimento médio de 2.805 quilos por hectare (kg/ha). Nesta estimativa da produção de abril, houve queda na produção da oleaginosa em virtude de ajustes de rendimento médio principalmente nas Regiões Sul e Centro-Oeste.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.