IBGE: emprego na indústria acompanha alta na atividade

Os bons resultados apurados no mercado de trabalho industrial em outubro acompanham o aquecimento da atividade do setor, segundo o economista da coordenação de indústria do IBGE, André Macedo. "Ao longo de 2007, com o crescimento importante que ocorre no ritmo da atividade industrial, houve expansão do emprego e dos salários", disse.A ocupação do setor já acumula, de janeiro a outubro de 2007, uma expansão de 2%, maior do que o aumento apurado em todo o ano de 2004, um ótimo ano para a indústria e no qual o emprego do setor cresceu 1,8%.Macedo destacou que os segmentos que estão apresentando destaque nos dados de produção também lideram os impactos positivos no emprego, como é o caso de alimentos, automóveis e bens de capital. "Há um predomínio e um espalhamento de resultados favoráveis no mercado de trabalho industrial", disse Macedo.Segundo o economista, há uma série de fatores que estão contribuindo para a melhoria no desempenho da produção e, em conseqüência, do emprego e salário na indústria. Ele citou a redução dos juros, a ampliação do crédito e dos prazos de financiamento e o crescimento da massa de salários, com aquecimento do mercado interno.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.