Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

IBGE: emprego teve a 18ª alta seguida em dezembro

O aumento de 3,5% no emprego industrial em dezembro do ano passado ante dezembro de 2006 representou a 18ª taxa positiva consecutiva mensal nessa base de comparação, informou hoje o IBGE. Segundo o Instituto, nessa base de comparação, houve expansão em 12 dos 14 locais e em 12 dos 18 ramos pesquisados. No último trimestre de 2007, o emprego na indústria cresceu 3,6% ante igual período de 2006, resultado trimestral mais elevado desde os 4,1% observados no quarto trimestre de 2004 - ambas as comparações contra igual trimestre do ano anterior. Este indicador, segundo o IBGE, mantém trajetória ascendente desde o primeiro trimestre de 2006 e seqüência de seis períodos com taxas positivas. Ante o terceiro trimestre de 2007, a ocupação industrial aumentou 1,1% no quarto trimestre. Os Estados de São Paulo (5,6%), Paraná (5,5%), as região Norte e Centro-Oeste (3,6%) e Minas Gerais (2,8%) figuram entre as contribuições mais significativas para o total do País.Em termos setoriais, no total do País, os impactos positivos mais significativos na média global foram dos segmentos de Meios de transporte (12,3%), Máquinas e equipamentos (11,4%), Produtos de metal (11,5%), Máquinas e aparelhos eletroeletrônicos e de comunicações (12,8%) e Alimentos e bebidas (3,1%).Por outro lado, os Estados do Espírito Santo (-4,4%) e Ceará (-0,3%) assinalaram as duas únicas quedas regionais, enquanto os setores de Calçados e artigos de couro (-8,9%), Vestuário (-3,0%) e Madeira (-5,6%) exerceram as influências negativas mais relevantes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.