IBGE: índice da construção civil quase dobra em março

O Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi), medido pelo IBGE, registrou variação de 0,84% em março, quase o dobro da taxa de fevereiro (0,43%). Segundo o instituto, esse resultado foi pressionado principalmente pelos índices da Bahia e Rio de Janeiro, Estados onde ocorreram aumentos salariais da mão-de-obra do setor. No ano até março, o índice acumulado alcançou 1,72% e, no período acumulado de 12 meses até o mês passado, a alta é de 6,52%. O índice de março deste ano ficou 0,22 ponto percentual acima do registrado em março de 2007 (0,62%).O custo nacional por metro quadrado passou de R$ 610,99 (em fevereiro) para R$ 616,10 em março, sendo R$ 354,52 relativos aos materiais e R$ 261,58 à mão-de-obra.Já os materiais variaram 0,60%, recuando 0,07 ponto percentual em relação a fevereiro (0,67%). Por outro lado, a mão-de-obra apresentou um forte avanço (1,06 ponto percentual), passando de 0,10% em fevereiro para 1,16% em março. No ano até março, os materiais apresentaram variação de 1,95%, maior que a observada em igual período de 2007 (1,18%). A mão-de-obra teve alta de 1,40%, próxima à taxa acumulada no ano passado (1,46%). Nos últimos 12 meses até março, a alta acumulado é de 6,06% para os materiais e de 7,15% para a mão-de-obra.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.