IBGE: indústria paulista cai após 3 meses de alta

A produção industrial de São Paulo, que representa 40% da produção nacional do setor, recuou 1,6% em novembro de 2007 ante outubro do mesmo ano, na série com ajuste sazonal, após avançar por três meses consecutivos nessa base de comparação, divulgou hoje o IBGE.Em relação a iguais períodos de 2006, as taxas no Estado foram positivas na comparação com novembro (8,5%) e no acumulado do ano passado de janeiro a novembro (6,1%). No acumulado dos últimos 12 meses encerrados em novembro de 2007, a produção paulista, em trajetória crescente desde junho do ano passado, cresceu 5,5%.Os dados detalhados para São Paulo de novembro ante novembro de 2006 mostram que os resultados positivos atingiram 17 das 20 atividades pesquisadas, com destaque para veículos automotores (20,7%), máquinas e equipamentos (17,2%), refino de petróleo e produção de álcool (13,4%) e outros produtos químicos (10,6%). Os ramos com queda na produção foram outros equipamentos de transporte (-15,8%), edição e impressão (-2,1%) e celulose e papel (-0,8%).No acumulado no ano, ainda em São Paulo, 17 setores expandiram a produção, com destaque para máquinas e equipamentos (15,7%), veículos automotores (6,1%) e material eletrônico e equipamentos de comunicações (12,4%).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.