IBGE: indústria paulista tem 1ª queda desde janeiro/2007

A queda de 1,6% na produção industrial de São Paulo em novembro do ano passado ante outubro de 2007 foi o primeiro resultado negativo apurado na região, ante mês anterior, desde janeiro de 2007, segundo o economista André Macedo, da coordenação de indústria do IBGE. A trajetória de expansões consecutivas nessa base de comparação entre janeiro e outubro do ano passado só foi interrompida em julho, quando a indústria paulista registrou variação zero em relação a junho.Macedo disse que o resultado da indústria paulista em novembro ante outubro foi provavelmente influenciado pelo feriado do dia da Consciência Negra, no dia 20 daquele mês. Além disso, ele disse que, ainda que não exista detalhamento setorial por regiões na série com ajuste sazonal, em São Paulo há forte presença dos segmentos de outros meios de transporte e veículos automotores, que mostraram queda no indicador nacional ante outubro e podem ter sido os principais responsáveis pelo recuo paulista.O economista do IBGE argumentou que o índice de média móvel trimestral da indústria paulista, considerado o principal indicador de tendência, confirma que não há reversão da trajetória de crescimento do Estado. O trimestre encerrado em novembro, na indústria de São Paulo, mostrou crescimento de 0,5% ante o trimestre terminado em outubro, resultado acima da média nacional (0,3%). Em novembro de 2007 ante novembro de 2006, a indústria paulista elevou a produção em 8,5% e, no acumulado do ano passado até novembro, em 6,1%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.