IBGE: inflação não mostra sinais de recuo em dezembro

A inflação de dezembro não mostra sinais de recuo significativo em relação a novembro, se depender das pressões de preços citadas pela coordenadora de índices de preços do IBGE, Eulina Nunes dos Santos. Segundo ela, há "impressão de continuidade de aumentos" no álcool e em alguns produtos alimentícios, como carnes e feijão. Além disso, haverá ainda pressão dos cigarros, que tiveram alta de 1,08% em novembro por causa de reajuste concedido no dia 26 do mês passado e que deverá gerar impacto também em dezembro. Eulina lembrou, ainda, que dezembro é mês de aumento de ônibus urbanos em algumas regiões metropolitanas. Por outro lado, ela adiantou que a contribuição negativa do grupo de leite e derivados - que há três meses tem sido a principal influência para baixo na taxa - prosseguirá sobre a inflação deste mês.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.