IBGE: inflação teve participação em queda de rendimento

O gerente da pesquisa mensal de emprego do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Cimar Azeredo, disse que a queda de 1,1% no rendimento médio real dos trabalhadores em maio ante abril foi provocado "em parte pela inflação" e foi registrado especialmente nas camadas de renda mais alta de rendimento. Segundo explica Azeredo, o chamado rendimento mediano (que contabiliza exatamente a camada do meio da renda total, situada entre os rendimentos 50% mais altos e os 50% mais baixos) foi de R$ 782 em maio, com alta de 3,7% ante abril.

JACQUELINE FARID, Agencia Estado

25 de junho de 2009 | 11h55

"Isso mostra que a perda se deu na faixa dos que ganham mais, o que tem a ver com a queda no emprego em segmentos que pagam melhores salários", explicou Azeredo. Em maio, para o total dos ocupados, o rendimento médio real foi de R$ 1.311,70. A queda ante mês anterior representou o quarto decréscimo consecutivo na renda nessa comparação apurado pelo IBGE. Na comparação com maio do ano passado, a renda continuou em expansão e subiu 3%.

Indústria

A indústria reduziu em 6% o número de ocupados em maio ante igual mês do ano passado nas seis principais regiões metropolitanas do País, segundo o IBGE. Em maio deste ano, ante igual mês de 2008, foram perdidas 217 mil vagas no setor nessas regiões. Além da indústria, apenas os segmentos de construção (-0,1%) e serviços domésticos (-2,2%) reduziram vagas em maio ante igual mês do ano anterior.

Das sete atividades pesquisadas, a maior alta de emprego no período (4,4%) ocorreu no grupamento de educação, saúde e administração pública. Na comparação com abril, a indústria reduziu o número de empregos em 0,7%, com perda de 24 mil vagas de um mês para o outro. Nessa comparação, houve queda do emprego também em serviços domésticos (-0,8%) e outros serviços (-0,7%).

Tudo o que sabemos sobre:
empregoIBGE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.