IBGE: massa de renda real habitual fica estável em junho

A massa de renda real habitual dos ocupados no País somou R$ 43,4 bilhões em junho, estável em relação maio, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Na comparação com junho de 2012, a massa cresceu 1,5%.

VINICIUS NEDER, Agencia Estado

24 de julho de 2013 | 09h25

Já a massa de renda real efetiva dos ocupados totalizou R$ 43,1 bilhões em maio, estável em relação ao mês anterior. Na comparação com maio de 2012, houve aumento de 2,0% na massa de renda efetiva. O rendimento médio do trabalhador foi de R$ 1.869,20 em junho, após ter sido de R$ 1.872,03 em maio.

DESEMPREGO - A taxa de desemprego média do primeiro semestre ficou em 5,7%, ante 5,9%, no primeiro semestre de 2012, informou nesta quarta-feira, 24, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A taxa de desemprego de junho foi de 6,0%, a maior desde abril de 2012. O gerente da Pesquisa Mensal de Emprego do IBGE, Cimar Azeredo, ressaltou, no entanto, que essa comparação não está dessazonalizada.

Tudo o que sabemos sobre:
empregoIBGErenda real

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.