IBGE quer tornar IPCA e PME nacionais

O presidente do IBGE, Sérgio Besserman, disse que o instituto já tem prontos os projetos para tornar nacional a abrangência da Pesquisa Mensal de Emprego (PME) e o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Atualmente a PME, em fase de reformulação, é realizada em seis regiões metropolitanas do País e o IPCA em 11 regiões. Besserman disse que o IBGE depende de "um pouco mais" de orçamento para realizar as pesquisas em todo o País. Ele não quis dizer qual seria o montante financeiro necessário, mas afirmou que "não é muito recurso e a taxa de retorno seria altíssima para a sociedade brasileira". Os recursos adicionais serão necessários para reforçar o quadro de funcionários disponíveis, assim como a infra-estrutura (especialmente informática e telecomunicações) das pesquisas. Segundo Besserman, a ampliação do universo desses indicadores poderá aumentar a eficácia das políticas públicas do País, devido ao maior volume e transparência das informações coletadas. A nova Pesquisa de Orçamento Familiar (POF), que foi hoje a campo em todo o País, será uma das principais ferramentas que possibilitará no futuro a abrangência nacional do IPCA. A POF, cuja coleta será realizada no decorrer de um ano, vai absorver um orçamento de US$ 8 milhões.

Agencia Estado,

09 de julho de 2002 | 12h41

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.