Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

IBGE: renda média do trabalhador sobe para R$ 1.123

O rendimento médio real de R$ 1.123,60 apurado pelo IBGE em outubro deste ano nas seis principais regiões metropolitanas do País cresceu na comparação com setembro (0,5%) e ante outubro do ano passado (1,2%), mas ainda não chegou ao patamar de outubro de 2002 (R$ 1.182,51), segundo o gerente da pesquisa mensal de emprego, Cimar Azeredo. "O cenário atual é favorável para o rendimento, mas a renda de outubro ainda é 5% menor do que igual mês de 2002", disse.Para Azeredo, a renda real do trabalhador brasileiro voltou a subir na média das seis regiões pesquisadas em outubro por causa da continuidade do aumento das contratações com carteira assinada e em segmentos que pagam melhores salários, como serviços prestados às empresas. Além disso, segundo ele, a inflação controlada está garantindo a manutenção do poder de compra dos trabalhadores.

JACQUELINE FARID, Agencia Estado

22 de novembro de 2007 | 11h08

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.