finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

IBGE revisa pela 3ª vez o PIB de 2005 e crescimento sobe de 2,9% para 3,2%

O Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro cresceu 3,2% em 2005, conforme revisão divulgada ontem pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em março deste ano, o instituto havia informado um crescimento de 2,9%, junto com a apresentação da nova série das contas nacionais.Na prática, o PIB foi revisado pela terceira vez, já que o primeiro número, divulgado em março de 2006, apontava 2,3% pela metodologia antiga.Segundo a revisão divulgada ontem pelo IBGE, o crescimento do setor de serviços passou de 3,4% para 3,7%. Já o crescimento do setor de agropecuária caiu de 1% para 0,3% e o da indústria, de 2,2% para 2,1%.A gerente de contas trimestrais do IBGE, Rebeca Palis, disse que o PIB de 2006 (3,7%) também será revisado. O novo número será apresentado junto com o PIB do terceiro trimestre de 2007, em 12 de dezembro.Segundo o coordenador de contas nacionais do IBGE, Roberto Olinto, a divulgação do número definitivo dos resultados anuais do PIB, dois anos após a apresentação do primeiro resultado, será uma rotina a partir de agora.Na revisão dos resultados de 2005, a taxa de investimento sobre o PIB encolheu de 16,3% para 15,9%. Segundo os técnicos do IBGE, a revisão ocorreu porque o volume da construção civil é menor que o apurado anteriormente. A revisão dos dados de 2005 ocorreu porque o resultado de 2,9% havia sido calculado apenas com a soma do PIB dos quatro trimestres do ano, com base em pesquisas mensais do IBGE.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.