bolsa

E-Investidor: Itaúsa, Petrobras e Via Varejo são as ações queridinhas do brasileiro

IBGE revisa produção agrícola do ano para cima

Após constantes revisões para baixo da produção agrícola do País, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) estimou, nesta quinta-feira, que a colheita de 2006 será de 118,094 milhões de toneladas - volume 0,15% superior à previsão de junho. O total também é 4,9% maior do que as 112,6 milhões de toneladas cultivadas em 2005. Entre os 25 produtos agrícolas investigados pelo levantamento, 15 apresentam estimativas mais altas na safra 2006 em relação a 2005: amendoim em casca 2ª safra (4,08%), aveia em grão (0,44%), batata-inglesa 2ª safra (8,99%), batata-inglesa 3ª safra (1,53%), café em grão (18,83%), cana-de-açúcar (7,65%), cebola (4,64%), feijão em grão 1ª safra (10,87%), feijão em grão 2ª safra (32,75%), laranja (0,02%), mandioca (7,43%), milho em grão 1ª safra (16,64%), milho em grão 2ª safra (30,11%), soja em grão (2,85%) e sorgo em grão (0,13%).Houve quedas nas estimativas de algodão herbáceo em caroço (-23,19%), amendoim em casca 1ª safra (-12,74%), arroz em casca (-12,44%), batata-inglesa 1ª safra (-7,40%), cacau em amêndoa (-12,28%), cevada em grão (-14,79%), feijão em grão 3ª safra (-7,96%), mamona (-32,64%), trigo em grão (-22,87%) e triticale em grão (-7,12%).Regionalmente, a produção ficará assim dividida: Sul, com 49,664 milhões de toneladas e 42,05% de participação na produção nacional; Centro-Oeste, com 38,954 milhões de toneladas e 32,99%; Sudeste, com 15,984 milhões de toneladas e 13,54%; Nordeste, com 10,050 milhões de toneladas e 8,51%; e Norte, com 3,442 milhões de toneladas e 2,91%.Este texto foi atualizado às 11h55 com correção do total das toneladas de 2005.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.