IBGE: revisão do PIB de 2 anos anteriores será rotina

O coordenador de contas nacionais do IBGE, Roberto Olinto, explicou que a divulgação do número definitivo dos resultados anuais do Produto Interno Bruto (PIB), dois anos após a apresentação do primeiro resultado, será uma rotina a partir de agora. Hoje, o IBGE divulgou o PIB definitivo de 2005, que teve expansão de 3,2%. O dado anterior, já com a introdução da nova série das contas nacionais, havia sido divulgado em março do ano passado (2,9%). Em março de 2007, foi apresentado um outro resultado anual de 2005, ainda com a série antiga do PIB (2,3%). O PIB é a soma das riquezas produzidas pelo país.Segundo Olinto, a revisão dos dados de 2005 ocorreu porque o resultado de 2,9% havia sido calculado apenas com a soma do PIB dos quatro trimestres daquele ano, com base em pesquisas mensais do IBGE e, em muitos casos, projeções. Com a disponibilidade de novos dados consolidados do Imposto de Renda e de pesquisas anuais do instituto, sobretudo nas áreas de comércio, serviços e agropecuária, os cálculos foram refeitos e levaram ao resultado apresentado hoje.Segundo ele, nos meses de novembro de cada ano serão divulgados os dados definitivos do PIB de dois anos antes. Em novembro do ano que vem, serão conhecidos novos resultados definitivos e detalhamento do PIB de 2006. No entanto, já no próximo mês de dezembro, uma nova revisão do PIB de 2006 (crescimento de 3,7%) será apresentada junto com a divulgação do resultado do terceiro trimestre de 2007.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.