IBGE: salários na indústria crescem pela 5ª vez seguida

Em outubro, o valor da folha de pagamento real dos trabalhadores na indústria cresceu 2% em relação ao mês imediatamente anterior, registrando a quinta taxa positiva consecutiva nessa base de comparação, segundo dados divulgados hoje pelo IBGE. Nos confrontos com iguais períodos do ano anterior, os resultados da folha continuaram positivos: 6,1% em relação a outubro de 2006 e 5,2% no acumulado no ano. Em 12 meses, o aumento é de 4,4%.Na comparação com outubro do ano passado, as 14 regiões pesquisadas registraram aumento no valor da folha de pagamento real, sendo que a maior contribuição positiva veio de São Paulo (4,2%), Estado que emprega cerca de 40% da mão-de-obra total da indústria no País. Em termos setoriais, ainda ante outubro de 2006, o valor da folha de pagamento real cresceu em 14 dos 18 setores industriais. As influências positivas mais significativas vieram de meios de transporte (17,2%), produtos químicos (17,0%), alimentos e bebidas (5,5%) e produtos de metal (14,3%).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.