IBGE: trabalhadores por conta própria ganham menos

Estudo sobre os trabalhadores por conta própria divulgado hoje pelo IBGE mostra que esses ocupados ganham menos, têm menor nível de instrução e, na maior parte, não contribuem para a Previdência. O rendimento dos ocupados por conta própria foi de R$ 1.103 em março, inferior à renda média dos ocupados, de R$ 1.188.Segundo o estudo do IBGE, cerca de 22% dos trabalhadores por conta própria tem entre 50 e 59 anos, enquanto para o total dos ocupados o porcentual de trabalhadores nessa faixa etária é de 13%. A técnica do IBGE Jussara Colen disse que o elevado porcentual de ocupados com mais de 50 anos trabalhando por conta própria pode indicar que, mesmo aposentados, eles querem aumentar a renda e contribuir com o rendimento familiar.O estudo mostra também que 41% dos que trabalham por conta própria não completaram o ensino fundamental, porcentual muito superior aos 27% da média dos ocupados das seis regiões que têm esse grau de instrução.Outro dado importante mostra precariedade na ocupação por conta própria, já que apenas 20,7% desses trabalhadores contribuem para a Previdência Social. No caso do total de ocupados, a média de contribuintes é três vezes maior, de 65,9%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.