IBGE: turismo empregava 8 milhões em 2005 no País

A presidente da Embratur, Jeanine Pires, comemorou os resultados divulgados hoje pelo IBGE sobre as atividades de turismo, que mostram que o setor empregava 8 milhões de pessoas em 2005. Segundo ela, organismos internacionais estimam que, até 2018, o Brasil estará entre os países do mundo que mais vão gerar vagas no turismo. Além disso, segundo ela, o estudo faz com que o setor tenha uma "inclusão estatística", com status de atividade econômica.O estudo "Economia do turismo: uma perspectiva macroeconômica 2000-2005" do IBGE mostra que 11,26% do total consumido pelas famílias brasileiras em 2005 estiveram nas atividades de turismo, que incluem transporte rodoviário e aéreo, alojamento, alimentação e lazer, entre outros. Do total consumido pelas famílias com essas atividades, a maior parte vai para alimentação (41%), seguido por transporte rodoviário (32,5%).No entanto, o técnico da coordenação de contas nacionais do IBGE, Guilherme Silva Telles, explicou que, no estudo, o consumo de alimentos, por exemplo, inclui não apenas aquilo que é adquirido em viagens, mas também os almoços no intervalo do horário de trabalho, por exemplo. No caso do transporte rodoviário, também inclui a movimentação de casa para o trabalho.O coordenador de contas nacionais do IBGE, Roberto Olinto, explicou que um dos grandes desafios para criar a conta do turismo, dentro do sistema de contas nacionais (que calcula o Produto Interno Bruto do País), é exatamente identificar, dentro das atividades de turismo, aquelas que se referem especificamente a turistas e excursionistas. Ainda não há previsão de quando essa conta será criada, mas o estudo divulgado hoje é considerado o primeiro passo para alcançar esse objetivo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.