Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Ibmec divulga classificação de fundos

Elaborado pelo Ibmec Educacional para a Agência Estado, o rating de fundos de ações mostrou, em abril, uma queda na proporção de carteiras que receberam a nota máxima. Por esse rating, as carteiras dos fundos de ações são classificadas de acordo com o risco e a rentabilidade. De acordo com o estudo, 80 dos 327 fundos analisados receberam conceito "A". A parcela corresponde a 24,46%, ante 26,58% apurados em março - equivalente a 84 notas máximas entre 316 carteiras.Segundo a avaliação, realizada pelo professor Antonio Zoratto Sanvicente, 13 fundos foram promovidos de escalas inferiores, mostrando uma melhora de desempenho no período acompanhado. A administradora de recursos HSBC Brain emplacou quatro entre as 13 carteiras promovidas na classificação do AE/Ibmec - o CCF Institucional, o CCF Gold, o CCF Librium e o HSBC Ações Acumulação.O diretor de Renda Variável da instituição, Lúcio Graccho, explicou que os fundos possuem estratégias de investimento bastante semelhantes e têm como parâmetro de desempenho o IBX, índice que concentra as cem ações mais líquidas da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa).

Agencia Estado,

31 de maio de 2001 | 08h33

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.