Estadão
Estadão

Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Bovespa segue exterior e fecha em alta de 0,51%

Recuperação de papéis do setor financeiro ajudou a compensar as oscilações das ações da Vale e Petrobrás

Clarissa Mangueira, O Estado de S. Paulo

01 de junho de 2015 | 18h23

A Bovespa fechou em alta a primeira sessão de junho, acompanhando o desempenho positivo das bolsas de Nova York, em um dia marcado por agenda de notícias fraca no cenário doméstico. A recuperação dos papéis do setor financeiro na segunda parte sessão também forneceu algum suporte para a Bolsa brasileira, ajudando a compensar as oscilações das ações das blue chips Vale e Petrobrás.

No fim do dia, o Ibovespa fechou com alta de 0,51%, aos 53.031,31 pontos. Até agora no ano, a bolsa acumula ganho de 6,05%. O volume de negócios totalizou R$ 5,290 bilhões.

A divulgação de indicadores econômicos mistos pela manhã tanto na Europa quanto nos EUA deixou as bolsas internacionais sem direção, mas a Bovespa conseguiu sustentar-se em alta, ajudada pelo avanço das ações de Vale e Petrobrás. No entanto, esses papéis perderam fôlego ao longo da sessão e registraram um desempenho volátil até o fechamento dos negócios.

Na Europa, além dos indicadores divergentes, pesaram as preocupações com a Grécia. Ao contrário das promessas de que um acordo estaria próximo, o primeiro-ministro Alexis Tsipras revelou no fim de semana que as diferenças entre Atenas e Bruxelas persistem e não são pequenas. A Alemanha insiste para que a Grécia se comprometa com seus credores internacionais a adotar um "abrangente pacote de reformas". 

No noticiário corporativo, os destaques foram as notícias envolvendo a Petrobrás. Segundo fontes, a companhia atraiu demanda de cerca de US$ 13 bilhões para uma emissão de bônus com vencimento em 2115 lançados no exterior hoje. A emissão havia sido antecipada pelo Broadcast, serviço de notícias em tempo real da Agência Estado, na semana passada. De acordo com fontes, o retorno ao investidor (yield) caiu de 8,85% do inicialmente ofertado para 8,45%.

Os papéis ON da Vale (-0,05%) e PNA (estável%). Já as ações dos bancos terminaram a sessão majoritariamente em alta, ajudadas por um recuperação técnica, segundo João Pedro Brugger, da Leme Investimentos. Banco do Brasil ON +0,62%, Bradesco ON +1,53%, Bradesco PN -0,18%, Itaú Unibanco PN -0,70%, Santander Unit -1,01%.

Tudo o que sabemos sobre:
bovespa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.