carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Ibovespa cai pelo 3º dia com novos dados da China

A bolsa brasileira encerrou o pregão desta quinta-feira em baixa, pelo terceiro dia seguido, influenciada por novos dados indicando uma desaceleração no crescimento da economia da China, assim como indicadores na zona do euro que trouxeram mais pessimismo a investidores.

ROBERTA VILAS BOAS, REUTERS

22 de março de 2012 | 17h35

O Ibovespa fechou em baixa de 1,54 por cento, a 65.828 pontos. O giro financeiro do pregão foi de 6,74 bilhões de reais.

Em Nova York, o índice Dow Jones teve queda de 0,6 por cento, enquanto o Standard & Poor's recuou 0,72 por cento.

Segundo o estrategista-chefe da SLW Corretora, Pedro Galdi, a China foi a principal influência na queda da bolsa paulista desta sessão, impactando nas commodities e nas ações da Vale, mas dados da zona do euro também contribuíram.

Na China, o impulso econômico desacelerou em março à medida que a atividade fabril encolheu pelo quinto mês consecutivo, deixando os investidores assustados com os riscos para o crescimento global.

Já a economia da zona do euro registrou uma inesperada piora em março, afetada pela forte queda na atividade industrial da França e da Alemanha.

"Na Europa, os dados vieram fracos e quem puxou foi a Alemanha, que é o carro chefe da região", disse Galdi.

No Ibovespa, as ações preferenciais e ordinárias da Vale recuaram iguais 2,07 por cento, para 40,60 reais e 41,57 reais, respectivamente. Petrobras também teve queda, de 1,29 por cento, a 23,80 reais, no caso da preferencial, e de 1,66 por cento, a 24,34 reais, para a ordinária.

Ações de bancos também contribuíram para a queda do índice, com Banco do Brasil recuando 3,23 por cento, a 27,24 reais, Itaú Unibanco perdendo 2,79 por cento, a 36,65 reais, e Santander Brasil desvalorizando-se em 2,46 por cento, a 17,41 reais.

JBS foi outro destaque de queda, com perdas de 7,09 por cento, a 7,60 reais. A empresa informou no final da quarta-feira que teve lucro líquido de 25,6 milhões de reais no quarto trimestre de 2011, revertendo um prejuízo de 539,3 milhões de reais no mesmo período do ano anterior.

Segundo relatório do Bank of America Merrill Lynch, os resultados operacionais levemente do frigorífico vieram levemente abaixo do esperado.

Na outra ponta, a ação da Vanguarda teve alta de 2,33 por cento, a 0,44 real, enquanto a ordinária da Usiminas subiu 1,92 por cento, a 19,10 reais.

Tudo o que sabemos sobre:
BOVESPAFECHAFINAL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.