finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Ibovespa descola do Nasdaq

O comportamento do Índice da Bolsa de Valores de São Paulo (Ibovespa) está cada vez mais distante das variações do índice americano Nasdaq, referente às ações de empresa de tecnologia e Internet. No entanto, esse tão esperado descolamento pode não ter vindo no melhor momento, como comprovam os desempenhos registrados em abril. Nesse mês, o Nasdaq subiu 15%, enquanto o Ibovespa teve alta de apenas 3,31%. Mas, no acumulado do ano, o Nasdaq caiu 17,95% e o Ibovespa, 4,51%.O indicador de correlação entre os dois índices caiu de 0,64 atingido na segunda quinzena de fevereiro, para cerca 0,28 na semana passada, segundo pesquisa da Economática. A correlação mede a influência que o comportamento do Nasdaq exerce sobre o Ibovespa. Ela pode variar do máximo 1, quando os indicadores se movimentam na mesma direção, até o mínimo -1, quando apresentam rumos opostos.Especialistas avaliam que a separação do desempenho do mercado brasileiro não foi causada por fatores positivos. Ao longo de 2000 e início deste ano, os analistas apontavam os bons fundamentos da economia brasileira, mas a bolsa local sofria com as perdas do mercado americano. Agora, já houve um acentuado ajuste dos ativos de tecnologia e a economia americana vem dando sinais de recuperação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.