Ibovespa: Eletrobrás sobe com privatização de Furnas

As ações da holding Eletrobrás estão subindo como foguete impulsionadas pelas decisão do governo de acelerar a privatização de Furnas Centrais Elétricas. As ações ordinárias (ON, com direito a voto) da Eletrobrás chegaram a apresentar há instantes alta de 7,16%, cotada a R$ 41,90 com 46 negócios, puxando o ranking dos papéis mais valorizados do Ibovespa - índice que mede a valorização das ações mais negociadas da Bolsa de São Paulo. A ação preferencial tipo B (PNB, sem direito a voto) da Eletrobrás, em alta de 5%, era o segundo papel mais valorizado do ranking. A venda de Furnas deve ocorrer até o primeiro trimestre do ano que vem. Em seu discurso agora há pouco, o presidente Fernando Henrique Cardoso reiterou que vai privatizar Furnas e acelerar a venda de outras empresas do setor elétrico. Os papéis também estão sendo influencidados positivamente pela decisão do governo de tirar a privatização do setor elétrico do comando do Ministério das Minas e Energia e passá-lo para o BNDES, com intuito de dar um enfoque mais técnico ao processo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.