Ibovespa fecha em alta de 0,41% no fim de sessão volátil

A Bovespa sustentou-se no azul desta sexta-feira, no fim de uma sessão volátil, com o investidor indeciso entre realizar os lucros da véspera ou continuar comprando ações, devido à menor tensão com a Europa.

ROBERTA VILAS BOAS, REUTERS

28 de outubro de 2011 | 18h42

O Ibovespa subiu 0,41 por cento, a 59.513 pontos. O volume financeiro da sessão foi de 6,23 bilhões de reais.

Dessa forma, o índice terminou a semana com alta de 7,71 por cento, enquanto no mês, faltando apenas um pregão para o fim de outubro, a alta acumulada é de 13,74 por cento.

O analista José Goés, da Stock Asset, considerou que o mercado mostrou força, já que na quinta-feira o Ibovespa havia subido 3,72 por cento, o que poderia convidar um movimento de realização de lucros.

"A bolsa mostrou força. Depois da alta da véspera poderia ter tido realização, mas o mercado se manteve", disse.

Segundo ele, o comportamento da ação da Petrobras foi uma das principais influências. O papel subiu 3,06 por cento, a 21,58 reais.

Logo após o fechamento do mercado, uma fonte revelou à Reuters que a companhia vai elevar os preços da gasolina e do óleo diesel nas refinarias a partir da semana que vem.

Outros destaques de alta da sessão foram Brasil Foods e Hering, com ganhos de 1,54 por cento e 3,55 por cento, respectivamente. Os papéis foram influenciados positivamente pelos resultados acima das expectativas no terceiro trimestre.

Na outra ponta, Lojas Renner desabou 7,53 por cento, devido a resultado pior que o esperado.

(Edição de Aluísio Alves)

Tudo o que sabemos sobre:
BOVESPAFECHAFINAL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.