Ibovespa fecha em alta de 1,69% e atinge maior nível desde fim de novembro

O Ibovespa voltou a subir com força nesta quinta-feira, para atingir o maior fechamento desde o final de novembro, na esteira de Wall Street e do forte fluxo de compras envolvendo ações domésticas mais importantes, como bancos e Petrobras.

REUTERS

02 de abril de 2015 | 17h09

De acordo com dados preliminares, o Ibovespa subiu 1,69 por cento, aos 53.207 pontos, nível de fechamento que não atingia desde 28 de novembro, quando bateu os 54.724 pontos. O giro financeiro da sessão somou 7,4 bilhões de reais.

Segundo profissionais do mercado, a entrada de recursos estrangeiros seguiu forte, com investidores se aproveitando a depreciação cambial recente, que deixou os ativos brasileiros mais atrativos em dólares.

A perspectiva de que a Petrobras deve divulgar ainda neste mês seu balanço auditado, com cálculo das perdas ligadas a sobrepreço de obras, mais uma vez tornou os papéis da estatal um dos mais valorizados da sessão, com alta de 4,6 por cento.

(Por Aluísio Alves)

Mais conteúdo sobre:
BOVESPAFECHAPRELIM*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.