coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Ibovespa fecha em baixa de 0,09%, com 34.631 pontos

O Índice Bovespa fechou nesta segunda-feira praticamente estável, em baixa de 0,09%, com 34.631 pontos. Operou entre a máxima de 34.875 pontos (+0,62%) e a mínima de 34.584 pontos (-0,22%). Com esse resultado, a bolsa passou a acumular baixa de 5,20% em junho e alta de 3,51% em 2006. O movimento financeiro foi bastante reduzido, ficando em R$ 1,480 bilhão.A fraca liquidez refletiu os ânimos da bolsa paulista, que oscilou bastante durante todo o dia, mas sem definir tendência. O mercado de ações operou cauteloso à espera da reunião do Fomc, que na próxima quinta-feira decidirá sobre os juros nos EUA.Entre os papéis que compõem o Ibovespa, as maiores altas foram Copel PNB (+5,18%), Cemig PN (+2,86%) e Embraer ON (+2,07%). As maiores baixas foram Transmissão Paulista PN (-5,11), Contax PN (-2,98%) e Eletrobras ON (-2,75%).

Agencia Estado,

26 de junho de 2006 | 18h21

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.