Ibovespa fecha no maior nível desde abril

O ânimo das ações da Petrobras deu fôlego para uma alta de quase 1 por cento do Ibovespa nesta segunda-feira, permitindo que o mercado recuperasse o terreno perdido para Wall Street no pregão anterior.

SILVIO CASCIONE, REUTERS

27 de setembro de 2010 | 17h44

O desempenho da mineradora Vale e a alta de ações ligadas a siderurgia também contribuíram para que o principal índice da bolsa brasileira tivesse o maior fechamento desde 26 de abril.

O Ibovespa subiu 0,91 por cento, a 68.815 pontos. O giro financeiro do pregão foi de 6,86 bilhões de reais.

"Na sexta-feira, a bolsa americana subiu forte (cerca de 2 por cento) e aqui acabou fechando na contramão em função da Petrobras. Hoje, com as ações da oferta passando a serem negociadas, as ações estão operando de forma mais normal", disse Luciano Rostagno, estrategista-chefe da CM Capital Markets. "Isso está dando um impulso para a Bovespa fazer um 'catch-up' da alta da bolsa americana na sexta-feira."

O papel preferencial da Petrobras teve o maior volume do pregão, com alta de 0,76 por cento, a 26,50 reais. A ação ON avançou 2,02 por cento, para 30,25 reais.

Após a capitalização, UBS e Bank of America Merrill Lynch ajustaram ligeiramente para baixo o preço-alvo para a estatal. O segundo, no entanto, recomenda investimento na empresa.

"A Petrobras acumula queda de 25 por cento neste ano, abaixo das outras ações do setor. Em nossa visão, isso ocorreu devido à incerteza sobre o tamanho e a data da oferta que acabou de ser feita. Esperamos agora que a ação opere novamente segundo seus fundamentos, que seguem excelentes", apontaram os analistas Frank McGann e Conrado Vegner, em relatório.

O UBS tem como preço-alvo para a ação ON da Petrobras 30 reais, ante 33 reais da avaliação anterior. Para o Bank of America Merrill Lynch, o valor da PN seria de 49 reais, frente 52 reais na análise anterior.

O segundo maior volume coube às ações PN da mineradora Vale, com alta de 2,1 por cento, a 45,60 reais.

A empresa já acumula valorização de 5 por cento desde que anunciou a recompra de até 2 bilhões de dólares em ações e a permissão para listagem no mercado de Hong Kong.

"A empresa está bastante comprometida em retornar lucros aos acionistas", avaliou Luciana Leocádio, da corretora Ativa.

Empresas de siderurgia também participaram da alta do Ibovespa. CSN, Usiminas PN e Gerdau subiram entre 1,3 e 2,2 por cento.

Na ponta de baixo, a empresa que se destacou foi a Redecard, com queda de 2,8 por cento, a 26,00 reais.

Tudo o que sabemos sobre:
BOVESPAFECHA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.