Paulo Whitaker/Reuters
Paulo Whitaker/Reuters

Ibovespa fica abaixo dos 103 mil pontos e dólar atinge patamar de R$ 3,78

Cautela em geral é atribuída ao tom considerado menos expansionista que o esperado pelo presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi

O Estado de S.Paulo

25 de julho de 2019 | 13h13

O início da tarde de quinta-feira, 25, é marcado pela cautela nos mercados locais, com Bolsa em queda de 1,28%, alinhada aos seus pares de Nova York. O dólar, no entanto, avança 0,35%, no patamar de R$ 3,78. A cautela é atribuída ao tom mais moderado do que que o esperado pelo presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, na política monetária do bloco. 

No Ibovespa, essa sinalização do BCE pressiona para baixo as ações do setor financeiro. Às 13h06, o principal índice da Bolsa de Valores brasileira estava com 102.783,92 pontos, uma queda de 1,28 % em relação ao fechamento do dia anterior, que havia ficado acima dos 104 mil pontos. Já a moeda americana tem dia de alta. No mesmo horário, o dólar estava a R$ 3,7878, com aumento em seu valor de 0,35% quando comparado com o fechamento de quarta-feira, 24. 

PIB 

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) reduziu as estimativas para o crescimento da economia e da indústria brasileiras em 2019. Para a entidade, o Produto Interno Bruto (PIB) crescerá neste ano 0,9% ante a previsão anterior, de abril, de uma expansão de 2%. Já o PIB industrial terá uma alta de apenas 0,4%, segundo as novas estimativas, abaixo do 1,1% previsto no primeiro trimestre. "É um resultado decepcionante. A economia mantém-se muito próxima da estagnação desde o fim da crise", diz o Informe Conjuntural do segundo trimestre, divulgado nesta quinta-feira pela CNI. 

Caged 

O mercado de trabalho brasileiro criou 48.436 empregos com carteira assinada em junho, de acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados na manhã desta quinta-feira, 25, pelo Ministério da Economia

Esse foi o melhor resultado para o mês desde 2013, quando foram criadas 123.836 vagas no sexto mês do ano. Em junho de 2018, houve fechamento líquido de 661 vagas, na série sem ajustes. 

Lucros e dividendos 

A remessa de lucros e dividendos de companhias instaladas no Brasil para suas matrizes foi de US$ 2,929 bilhões em junho, informou nesta quinta-feira, 25, o Banco Central. A saída líquida representa um volume superior aos US$ 1,348 bilhão que foram enviados em igual mês do ano passado, já descontados os ingressos. 

Petrobrás 

No sentido contrário do aumento de 1% dos preços do petróleo, as ações ON e PN da Petrobrás caem 0,63% e 0,73%, respectivamente. Analistas destacam o mau humor no exterior. Investidores receberam mal a fala do presidente do Banco Central Europeu (BCE) de que a instituição não discutiu mudanças na política nesta reunião, em um momento que é esperado um afrouxamento monetário ao redor do mundo.

Um outro analista comenta que também há certa cautela após a decisão do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, que determinou que a petroleira deve fornecer combustível aos dois navios iranianos que estão parados há semanas perto de Paranaguá. "Como a Petrobras possui parceria de refino com os EUA, há temores de algum sanção", apontou. A Petrobrás informou que ainda não foi notificada pelo STF

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.