Ibovespa: medida para evitar queda

A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) adotou nesta semana uma medida preventiva para evitar fortes oscilações no Ibovespa - Índice que mede a valorização das ações de empresas mais negociadas na Bovespa. O motivo foi a movimentação verificada nos últimos dias em torno das ações da Telesp e Tele Sudeste Celular. O preço dos papéis caiu significativamente nessa semana, em função da proximidade do final do prazo para a troca das ações por Brazilian Depositary Receipts (BDRs) da Telefónica de Espanha, no dia 30. Ontem, ações da Tele Sudeste Celular fecharam em queda de 30,00%. As preferenciais - PN, sem direito a voto - da Telesp recuaram 18,62% e as ordinárias - ON, com direito a voto- perderam 8,90% do seu valor. Como Telesp é a ação com maior peso na composição do Ibovespa (14%) - Tele Sudeste Celular tem participação de 1,74% - o Ibovespa absorveu a queda e fechou em baixa de 1,38%, mesmo com a perspectiva de melhora do mercado acionário, diante da queda das taxas de juros. A medida adotada pela Bovespa diz respeito ao "call de fechamento" - um leilão para cada papel que compõe o Índice realizado nos cinco minutos que antecedem o encerramento do pregão, de modo que a última cotação seja coerente com o comportamento do dia. A alteração ampliou o período desse leilão de cinco para dez minutos e vale apenas para essa semana para os papéis Telesp e Tele Sudeste Celular. Queda do Ibovespa prejudica fundos de ações passivos Segundo analistas, a queda das ações da Telesp e Tele Sudeste Celular não deve atrair o investidor para a compra desses papéis, mesmo que seja para trocá-los por BDRs. Essa operação é muito arriscada porque existe a possibilidade de o investidor não ter essas ações em mãos até sexta-feira, para efetuar a troca. Em relação à ampliação do prazo para o "call de fechamento", o chefe de Operação da Planner Corretora, Claúdio Henrique Sangar, ressaltou que os últimos minutos são decisivos, principalmente para operações com índice futuro. "Essa medida é bastante positiva para evitar manipulações."O gestor de recursos do Boavista Espírito Santo Asset Manegment, Roberto Corrêa, lembrou que a queda registrada pelas ações da Telesp e da Tele Sudeste Celular é mais prejudicial para os administradores de carteiras indexadas do Ibovespa - fundos de ações passivos. No caso do Boavista, os fundos que não seguem o Índice - fundos de ações ativos - eliminaram posições em ações de Telesp e Tele Sudeste Celular. Já os ativos atrelados ao Índice estão mantendo os papéis até que seja anunciada a mudança do Ibovespa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.