IBS: produção de aço do País cresce 6,3% em março

A produção brasileira de aço registrou desaceleração em março, especialmente os produtos destinados à exportação, segundo dados preliminares divulgados hoje pelo Instituto Brasileiro de Siderurgia (IBS). A produção total em março atingiu 2,96 milhões de toneladas, com aumento de 6,3% em relação a março do ano passado. Em janeiro, o ritmo de crescimento atingiu 9,91% em relação ao mesmo período do ano passado; em fevereiro, a alta foi de 8,1%. Com isso, o acumulado no trimestre se situou em 8,1% em relação a igual período do ano passado. Pelos dados do IBS, as exportações em março somaram 868 mil toneladas, com queda de 2,3% em relação a março do ano passado, com destaque para os laminados planos, com redução de 41,5% no volume embarcado no mês.Os dados do IBS mostram que os aços longos, destinados à construção civil, mantiveram bom ritmo no mês de março, com aumento de 10,7% em relação a março de 2007. Embora ainda na casa dos dois dígitos, o ritmo nos meses anteriores era maior, fazendo com que o acumulado no trimestre registrasse variação de 14,4% em relação a janeiro-março do ano passado. Os laminados planos, utilizados com mais intensidade pela indústria automobilística e eletrodomésticos, registraram queda de 3,8% em março na produção, em relação ao mesmo mês do ano passado. No acumulado em três meses, o segmento registrou aumento de 1,7%.A produção total de aço no Brasil em março ficou 9,22% acima do registrado em fevereiro, mas é inferior aos 2,971 milhões de toneladas observadas em janeiro ou os 3,010 milhões de toneladas contabilizados em dezembro, quando registrou recorde histórico no País.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.