Celio Messias|AE
Celio Messias|AE

Idealizador do proálcool, Cícero Junqueira Franco morre aos 84 anos

Empresário estava internado desde o último dia 23 de outubro, no Hospital Sírio Libanês, na capital após fraturar a coluna cervical em um acidente doméstico na sede de sua fazenda em Morro Agudo (SP)

Gustavo Porto, O Estado de S.Paulo

14 de maio de 2016 | 12h22

Morreu ontem, em São Paulo (SP), aos 84 anos, o empresário Cícero Junqueira Franco, um dos idealizadores do Programa Nacional do Álcool (Proálcool). Ele estava internado desde o último dia 23 de outubro, no Hospital Sírio Libanês, na capital após fraturar a coluna cervical em um acidente doméstico na sede de sua fazenda em Morro Agudo (SP).

Junqueira Franco deixou quatro filhos. O sepultamento ocorre neste sábado, 1414), às 16 horas, no cemitério de Morro Agudo. O velório ocorre na capela municipal do município paulista.

Em 1974, o empresário, elaborou, ao lado de Lamartine Navarro, o projeto "Fotossíntese como Fonte Energética", considerada "certidão de nascimento" do Proálcool. O documento apontava o uso álcool combustível em todo o território nacional em 20% como mistura à gasolina.

O programa foi entregue em 1975 ao então Ministro das Minas e Energia, Shigeaki Ueki, e serviu como base para, em novembro daquele ano, na Granja do Torto, o presidente Ernesto Geisel avalizar a criação do Proálcool.

Considerado o maior programa de substituição de combustível fóssil por renovável no planeta, o Proálcool completou 40 anos em novembro do ano passado.

 

Tudo o que sabemos sobre:
Proálcool

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.