Iedi: alta na indústria continua centrada em automóveis

Embora os segmentos de bens intermediários, semiduráveis e não-duráveis tenham apresentado um crescimento mais equilibrado no início deste ano, o aquecimento do setor industrial permanece concentrado no crescimento da indústria automobilística, com alta de 9% em janeiro sobre dezembro de 2007.A avaliação foi feita pelo Instituto de Estudos para o Desenvolvimento Industrial (Iedi), com base nos dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). De forma geral, a produção industrial cresceu 1,8% em janeiro na comparação com dezembro, depois de duas quedas na margem em dezembro e novembro - respectivamente, 0,8% e 1,9%. Em relação a janeiro de 2007, a produção industrial teve elevação de 6,3%.Na margem, o desempenho da indústria permanece dependente do setor de bens de consumo duráveis, cuja alta foi de 5,4% em janeiro. "Se é prematura a afirmação de que a indústria galgou um novo patamar de evolução, é líquido e certo afirmar que no início de 2008 o setor conservou, pelo menos, dinamismo equivalente ao do trimestre final de 2007", analisa o Iedi.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.