Iedi pede ações para evitar outra década perdida

O resultado do PIB de 2003 (-0,02%) fez o Instituto de Estudos para o Desenvolvimento Industrial (Iedi) temer mais uma "década perdida", como 1980 e 1990. Segundo os dados divulgados hoje pelo IBGE, a variação média do PIB entre 2001 e 2003 foi de 1% ao ano, enquanto o PIB médio per capita recuou 0,3%. "Ainda há muito chão pela frente. Mas para que a ameaça se dissipe, é urgente que a política econômica abra espaço para o crescimento e que o País tenha uma estratégia para o crescimento econômico", afirmou o diretor-executivo do instituto, Julio Sérgio Gomes de Almeida. O Iedi ressalta que a economia superou a recessão nos dois primeiros trimestres do ano passado, mas considera que a recuperação nos dois últimos trimestre foi tímida. Almeida ressalta que o desempenho industrial limitou o crescimento do PIB nos últimos meses do ano, pois registrou uma alta de apenas 1,2% contra um crescimento de 2,6% no terceiro trimestre. "Quem está puxando o PIB setorial para baixo é a construção civil", afirmou. O setor acumula taxas trimestrais de recuo próximas de 11% desde o segundo trimestre do ano passado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.