Iene oscila pouco de olho na Ucrânia e na China

O iene permaneceu praticamente inalterado frente ao dólar durante a sessão asiática nesta sexta-feira, diante do comportamento cautelosos dos investidores em relação à situação na Ucrânia e às perspectivas sobre a economia da China.

AE, Agencia Estado

28 de março de 2014 | 08h37

Os participantes do mercado ainda estão preocupados sobre quando e como as tensões geopolíticas entre o Ocidente e a Rússia podem perder força. O ritmo de crescimento da economia chinesa e a estabilidade do setor financeiro do país também estão no radar dos investidores.

A expectativa em relação ao fim do ano fiscal, em 31 de março, também fez com que os investidores fossem mais cautelosos em suas participações no mercado.

O dólar australiano avançou ante o dólar após a avaliação otimista do Banco da Reserva da Austrália (RBA, na sigla em inglês) sobre a perspectiva econômica do país. Anteriormente, o banco central australiano sinalizava que a alta da divisa da Austrália podia reduzir o ritmo de crescimento econômico do país. Ainda hoje, os investidores ficarão atentos à divulgação de indicadores dos EUA para avaliar a força da recuperação econômica norte-americana.

Às 5h25 (de Brasília), o dólar operava a 102,16 ienes, de 102,24 ienes no fim da tarde de ontem. No mesmo horário, o euro era negociado a 140,10 ienes, de 140,48 ienes no fim da tarde de ontem. O dólar australiano operava a US$ 0,9270, de US$ 0,9260. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
ienedólar

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.