IFC destinará US$ 40 milhões ao setor de petróleo e gás

A International Finance Corporation (IFC), o órgão do Banco Mundial que financia o setor privado, confirmou um empréstimo de US$ 40 milhões para apoiar as operações de exploração e produção da Queiroz Galvão Perfurações S.A. (QGP), a subsidiária de petróleo e gás da Queiroz Galvão S.A., um grupo diversificado de empresas brasileiras. O financiamento da IFC apoiará o programa de investimentos da QGP que inclui o desenvolvimento de uma substancial descoberta de gás na região nordeste do Brasil, bem como a exploração e avaliação de diversas outras áreas de concessões no país.O investimento da IFC na Queiroz Galvão Perfurações S.A., segundo a direção do organismo do Banco Mundial, demonstra o apoio a uma empresa local crescente de exploração e produção no setor de petróleo e gás, que foi recentemente liberalizado no Brasil. A QGP reagiu de forma ativa à liberalização, tendo adquirido interesses de participação em onze concessões de petróleo e gás do País, varias das quais em áreas relativamente menos desenvolvidas da região nordeste, afirmou o Diretor do Departamento de Petróleo, Gás, Mineração e Produtos Químicos da IFC, Rashad Kaldany.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.