Denis Ferreira Neto/Estadão - 8/7/2021
Denis Ferreira Neto/Estadão - 8/7/2021

IFI formaliza substituição de Josué Pellegrini por Vilma Pinto na direção

Economista será a primeira diretora negra de órgão considerado o 'cão de guarda' das contas públicas

Adriana Fernandes, O Estado de S.Paulo

09 de julho de 2021 | 15h03

BRASÍLIA - O Conselho Diretor da Instituição Fiscal Independente (IFI) divulgou nota nesta sexta-feira, 9, comunicando a substituição do economista Josué Pellegrini por Vilma da Conceição Pinto na direção do órgão. O mandato de Pellegrini terminou em maio passado e a indicação de Vilma foi aprovada esta semana pelo plenário do Senado, depois de sabatina na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE).

O nome da economista foi indicado pelo senador Otto Alencar (PSD-BA), presidente da CAE. “Mulher, negra, periférica, Vilma trará, sobretudo, o exemplo de como superar as adversidades de uma sociedade desigual com oportunidades desiguais”, diz o comunicado.

Segundo o diretor executivo da IFI, Felipe Salto, Vilma é uma das maiores especialistas em contas públicas do País e trará para a instituição a necessária diversidade, por ser uma mulher, negra, com uma incrível trajetória de vida.

O Estadão publicou nesta sexta-feira uma entrevista exclusiva com a nova diretora da IFI, na qual ela conta sua trajetória e fala de temas econômicos.

Sua atuação como especialista em finanças públicas teve início no Instituto Brasileiro de Economia da FGV (Ibre), onde permaneceu de 2012 a 2020. Nesse período, foi responsável pelas projeções e análises de política fiscal do instituto e participou da elaboração do Boletim Macroeconômico, periódico na área de macroeconomia e finanças públicas.

"Vilma traz sua experiência, seu amplo conhecimento e sua bonita história de vida. Tem muito a contribuir com a instituição e, portanto, com a transparência e a sustentabilidade fiscal", disse Daniel Couri, diretor da IFI.

Pellegrini, que deixou o cargo, atuou como economista na IFI desde a sua criação, no fim de 2016. Ele teve papel determinante no desenvolvimento da instituição, além de ter contribuído com alguns dos trabalhos de maior impacto nesse período. Um dos estudos escritos por Pellegrini sobre o custo das reservas internacionais foi premiado com a primeira colocação no Prêmio de Finanças Públicas do Tesouro Nacional.

Tudo o que sabemos sobre:
Instituição Fiscal Independente

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.