IGC reduz projeção da safra global para 1,7 bi de t de grãos

Estimativa representa queda de 1 mi de toneladas ante abril; IGC eleva, porém, números para estoques globais

DEISE VIEIRA, Agencia Estado

26 de junho de 2008 | 11h24

O Conselho Internacional de Grãos (IGC, na sigla em inglês) projetou nesta quinta-feira, 26, a produção mundial de grãos na safra 2008/2009 em 1,711 bilhão de toneladas, o que representa queda de 1 milhão de toneladas em relação à previsão do mês passado, e alta de 25 milhões de toneladas no ano. O IGC elevou a estimativa para a produção de trigo, mas reduziu a projeção para milho, sorgo e cevada.   Veja também: Entenda a crise dos alimentos  A produção global de trigo foi projetada em 658 milhões de toneladas, correspondendo a um aumento de 8 milhões sobre a projeção de maio, e alta de 50 milhões em relação à safra anterior. "Nos Estados Unidos, apesar das chuvas fortes, a produção de trigo de inverno deverá ser a maior desde 1998", informou o conselho.A produção de milho em 2008/2009 é prevista em 765 milhões de toneladas, com queda de 7 milhões ante a previsão de maio, e baixa de 30 milhões em relação à 2007/08. "As enchentes no Meio-Oeste norte-americano atrasaram mais o plantio. Os danos causados às lavouras ainda não foram completamente avaliados, mas a estimativa para a safra de milho dos EUA foi reduzida em 17 milhões para 295 milhões de toneladas."A previsão para a produção mundial de cevada foi reduzida em quase 2 milhões de toneladas em relação ao levantamento de maio para 146 milhões de toneladas, mas o número ainda apresenta uma alta em relação a 134,9 milhões de toneladas em 2007/08. A safra global de sorgo foi revisada para baixo em 1 milhão de toneladas em comparação à estimativa anterior para 62,6 milhões de toneladas, enquanto a safra 2007/2008 foi de 67 milhões de toneladas.Apesar da redução na estimativa de produção mundial de grãos, o IGC elevou os números para os estoques globais de passagem em 2008/2009 para 274 milhões de toneladas, variação de 12 milhões em relação ao previsto em maio. "A estimativa aumentou principalmente por causa de revisões nos dados sobre a China", explicou o conselho.Ao mesmo tempo, o IGC revisou para baixo a projeção para os estoques de passagem dos cinco principais países exportadores para 77 milhões de toneladas, ante 82 milhões previstos no mês passado. Em 2007/2008, os estoques foram de 86 milhões de toneladas.O conselho elevou a estimativa para os estoques globais finais de trigo em 2008/2009 para 143 milhões de toneladas, alta de 12 milhões sobre o levantamento do mês passado. O número mostra um crescimento de 24 milhões de toneladas em relação a 2007/08.Os estoques globais de passagem de milho foram apontados em 97 milhões de toneladas, uma mínima de 25 anos, ante 95 milhões previstos em maio, mas queda em relação a 122 milhões na temporada anterior. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
safraalimentosgrãos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.