IGP-10 acelera alta em julho por agrícolas

A inflação pelo Índice Geral dePreços-10 acelerou em julho, pressionada principalmente pelosalimentos agrícolas, com destaque para o leite. O indicador subiu 0,22 por cento em julho, seguindo a altade 0,15 por cento em junho, informou a Fundação Getúlio Vargas(FGV), nesta quarta-feira. O Índice de Preços por Atacado (IPA) avançou 0,10 por centoem julho, depois da queda de 0,10 por cento em junho. O IPA agrícola teve elevação de 0,93 por cento, após cair0,90 por cento no mês passado. Já o IPA industrial declinou0,16 por cento, seguindo a alta de 0,16 por cento anterior. As maiores altas individuais no atacado foram de leite innatura (8,42 por cento), soja (2,79 por cento), bovinos (3,56por cento), ovos (10,76 por cento) e aves (5,17 por cento). O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) subiu 0,40 por centono mês, depois da alta de 0,28 por cento no anterior. Os principais avanços de custos foram de leite longa vida(15,79 por cento), mamão papaia (32,50 por cento) e manga(17,95 por cento). O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) teve altade 0,56 por cento, ante ganho de 1,51 por cento no mês passado. Os custos da mão-de-obra, que vinham subindo devido adissídios sazonais, desaceleraram a alta para 0,75 por cento emjulho, contra 2,57 por cento em junho. "A desaceleração foi consequência do menor impacto dosreajustes salariais nas cidades de Brasília, Fortaleza,Florianópolis, Goiânia, Rio de Janeiro e São Paulo", disse aFGV em nota. O IGP-10 foi calculado com base nos preços coletados entreos dias 11 do mês anterior e 10 do mês de referência.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.