IGP-DI de dezembro fica em 0,52%

O Índice Geral de Preços - Disponibilidade Interna (IGP-DI), referente a dezembro, ficou em 0,52%, segundo divulgou a FGV. A taxa apurada é 0,3 ponto porcentual inferior ao IGP-DI novembro (0,82%). O resultado veio abaixo do piso das estimativas dos analistas de mercado, que era de 0,70%, e da média projetada, de 0,76%. Em 2004, a variação acumulada pelo IGP-DI foi de 12,14% ante 7,67% no ano anterior. O Índice de Preços por Atacado (IPA) registrou elevação de 0,48% ante 1% em novembro. O Índice de Preços ao Consumidor subiu de 0,37% em novembro para 0,63% em dezembro. O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) teve desaceleração, passando de 0,71% em novembro para 0,51% em dezembro.Bens FinaisEntre os preços por atacado, a taxa de variação dos Bens Finais passou de 1,16%, em novembro, para 0,70%, em dezembro. A maior pressão foi dos preços dos alimentos in natura, que permaneceram praticamente estáveis em novembro, assinalando variação negativa de -0,20%. Os alimentos in natura subiram 2,68% em dezembro. Bens intermediáriosSegundo a FGV, houve uma desaceleração nos itens que compõem os bens intermediários, de 1,26% em novembro para 0,40% em dezembro. A Fundação explicou que a desaceleração do índice resultou de recuos nas taxas de variação de quatro dos cinco subgrupos componentes desta classe. A maior influência foi exercida pelos combustíveis para a produção, cuja taxa reduziu-se de 2,60% para 0,92%. Matérias primasAs matérias-primas, que compõem o IGP-DI, apresentaram variação de 0,35%, em dezembro, praticamente a mesma de novembro, de 0,34%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.