finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

IGP-DI fechou o ano em 9,81%

O Índice Geral de Preços - Disponibilidade Interna (IGP-DI) encerrou dezembro em 0,76%, apresentando alta em relação a novembro, quando o índice registrou 0,39%. Com o resultado de dezembro, o IGP-DI acumulado no ano 2000 foi de 9,81%. O Índice de Preços por Atacado (IPA) subiu de 0,38% em novembro para 0,85% em dezembro, acumulando 12,06% no ano. O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) ficou em 6,21% no acumulado do ano passado, com resultado em dezembro de 0,62% contra 0,40% de novembro. As influências dos aumentos da gasolina, da eletricidade residencial, do álcool e das tarifas de ônibus urbanos no IPC-DI de 2000 somaram 2,13 pontos porcentuais dos 6,21% registrados pelo índice no ano passado. Estes quatro ítens foram os que tiveram maior contribuição no IPC-DI de 2000. O chefe do Centro de Estudos de Preços da Fundação Getúlio Vargas, Paulo Sidney Melo Cota, observa que as perspectivas para a inflação de 2001 são boas, inclusive porque, tirando a influência desses quatro ítens de 2000, o número já ficaria bem próximo dos 4% da meta de inflação do governo para 2001 (que é dada pelo IPCA do IBGE e não pelo IPC).

Agencia Estado,

09 de janeiro de 2001 | 17h54

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.