IGP-M de agosto fica em 2,39%

A inflação medida pelo Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M) em agosto ficou em 2,39%. Foi o mais alto índice do ano, influenciado pela alta dos combustíveis e dos produtos agrícolas. Em julho, o IGP-M tinha ficado em 1,58%. O Índice de Preços por Atacado (IPA), com peso de 60% no IGP-M, ficou em 3,10%, puxando o IGP-M para cima. Em julho, o IPA teve variação bem menor, de 1,62%.O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), com peso de 30%, registrou alta de 1,66%, mais baixo que em julho, quando ficou em 2,00%. Já o Índice Nacional da Construção Civil (INCC) teve variação de 0,35 %, e tem peso de 10% no IGP-M. O IPA e o INCC têm cobertura nacional. Já o IPC é calculado por preços coletados no Rio e em São Paulo, com base nos hábitos de consumo das famílias com renda mensal entre 1 e 33 salários mínimos, apontados pela Pesquisa de Orçamento Familiar de 1992 e 1993.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.